Três gestos japoneses que podem te confundir

  • por
gestos japoneses

A cultura oriental é muita diferente da ocidental, no Japão três gestos poderão te confundir .

Primeiramente talvez quem sabe você possa um dia realizar o seu sonho de conhecer a terra do sol nascente, Japão, mas para isso você tem estar atento para algumas peculiaridades culturais desse fascinante país. Aqui Vamos conhecer três delas:

 

1.Venha aqui.

Ao contrario dos países ocidentais o gesto para indicar para outra pessoa que venha ate ela a palma da mão é virado para cima, no Japão a palma é virada para baixo.

Não ! Obrigado !

Esse gesto confunde muita gente, pois ele parece com o nosso gesto quando algo não cheira bem. Esse gesto é usado para indicar que ele é modesto e não aceita elogio ou não esta querendo um favor. Por exemplo, alguém perguntar se você quer beber algo, e você diria “não, obrigado” com o gesto.

 

Onomatopeia japonesa e seus significados

Além dos fãs de mangá , a maioria das pessoas provavelmente não percebe que a língua japonesa pode ser animada e viva.

O japonês tem mais de 1.000 onomatopeias com palavras silábicas e repetitivas – três vezes mais do que em inglês!

Algumas palavras podem não ter equivalentes em inglês, já que os idiomas costumam ser arbitrários.

No Japão, essa longa lista de onomatopeias cresceu com a fama dos quadrinhos mangá que incluem efeitos sonoros escritos para ilustrar melhor cada cena.

Existem dois tipos principais de expressões onomatopaicas japonesas: gion-go e gitai-go .

No entanto, as categorias podem ser flexíveis e subjetivas.

Abaixo está uma lista de onomatopeias de forma dupla comumente usadas e seus significados em inglês para ajudar os alunos a falar japonês com mais naturalidade e compreender melhor esta língua fascinante e sua cultura.

Essas palavras imitam sons e ruídos reais e naturais de objetos inanimados, bem como de coisas vivas, como humanos e animais. No mundo do mangá, eles são simplesmente chamados de

Click aqui para ver mais posts como esse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *